Uma ferramenta para se libertar da Ansiedade Social (Aposto que isso te ajudará, e muito!)

Se você, assim como eu, nunca levantava a mão para perguntar e tirar suas dúvidas nos tempos do colégio, este pequeno artigo é para você.

Para você que não se sente confortável em conversar ou estar em ambientes públicos porque tem medo de ser julgado, receio de estar ofendendo alguém ou preocupação em se sentir constrangido ou humilhado. Saiba que existem diversas formas de superar esse problema e uma delas pode realmente te ajudar a se libertar!

Posso dizer que fiquei um pouco espantado quando encontrei esses dados: “A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que o Brasil seja o país mais ansioso e estressado da América Latina. Uma das vertentes desse tipo de quadro é o transtorno de ansiedade social, popularmente conhecido como fobia social. Ele já acomete cerca de 13% dos brasileiros, totalizando 26 milhões de pessoas. Os dados são do Congresso Brasileiro de Psiquiatria.”

Os números são altos e sabemos o quanto essa barreira pode nos atrapalhar, tanto nos nossos relacionamentos pessoais quanto profissionais.

“Se você faz o que sempre fez, você obterá o que você sempre obteve”

Por mais óbvio que pareça, na hora do vamos ver, numa apresentação do trabalho ou em um almoço com a família do seu/sua pretendente, no momento em que a ansiedade ataca é praticamente impossível agir e lembrar desta anedota. Não é? Quase sempre.

“Ao voar muito baixo, decepcionamos não apenas a nós mesmos, mas também àqueles que dependem de nós ou podem se beneficiar do nosso trabalho. Somos tão obcecados pelo risco de brilhar que fazemos todo o possível para evitar isso.”

Quantas vezes você deixou de conhecer um novo amigo(a)? Ou de apresentar um trabalho?  De expor a sua opinião?

Precisamos entender o porquê da ansiedade

Após algumas horas, dias e alguns meses pesquisando muito sobre o assunto, o que mais me chamou atenção e rapidamente me fez refletir foi a seguinte frase que ouvi de um psicanalista: “Ansiedade é focar no negativo”.

Nossa, me deixou desnorteado! Sempre achei que, apesar das dificuldades que tive ao longo da vida, eu fosse muito positivo. (Outro ensinamento bacana que recebi e hoje posso passar para você: a positividade não é estar feliz o tempo todo! Positividade, como muitas vezes é mal interpretada é, na verdade, enxergar e focar na solução do problema sem desconsiderar as dificuldades e adversidades. É um olhar criterioso e assertivo quando se trata de pensar na solução ao invés de apenas sentar e reclamar do problema. Confesso que eu ainda reclamo bastante! Mas é um exercício que deve ser praticado todos os dias. 🙂

Voltando aqui, focar no negativo. Sempre pensamos no pior do que pode acontecer, alguns dizem que é por instinto de sobrevivência, a rejeição, o medo de não funcionar, de dar tudo errado… Mas tudo isso você já sabe, por isso e agora, vamos praticar o exercício da positividade e focar nessa ferramenta que vem me ajudando muito ao longo desses anos!

A ferramenta que pode ser a sua virada de chave

Para ser breve, o nome dela é: MÚSICA. Não necessariamente uma ferramenta, mas uma Arte, uma linguagem, um modo de expressão, que além de escutá-la, aprender a tocar ou cantar fará com que você avance e progrida nessa jornada para vencer de uma vez por todas a Ansiedade Social e começar a aproveitar os melhores momentos da sua vida com plenitude e alegria.

E como essas atividades te ajudarão neste processo? Entre os diversos benefícios de aprender a tocar um instrumento musical ou a cantar, um dos maiores benefícios desta atividade é a autoexpressão e a exposição social.

“Extravasa que passa” – Autoexpressão

A música pode se tornar sua grande aliada e companheira. Alguns amigos meus dizem que é o máximo poder voltar do trabalho e literalmente, extravasar, direcionar toda energia, estresse ou tédio, no instrumento em que eles tocam.

Para alguns pesquisadores, a música é considerada uma linguagem – uma linguagem não-verbal. E eu gosto de pensar assim também. Sentimentos podem ser expressos facilmente na música, como: raiva, alegria, medo, paz. O que pode se tornar uma arma poderosíssima para ganhar um certo controle sobre a sua ansiedade e entender como você se sente e porquê. – Tocar ou cantar te ajuda a expandir a consciência dos seus comportamentos, de como o seu corpo reage quando você está relaxado. Lembre-se sempre que a mudança parte do entendimento dos seus sentimentos e pensamentos, descobrindo como você costuma reagir a determinadas situações, fica mais fácil encontrar padrões de comportamentos e assim mudá-los. Para isso, tente se lembrar das sensações de relaxamento e sentimentos positivos que você conseguiu atingir através da música, e aos poucos, tente aplicar em situações reais de desconforto social. E ah, experimente esta prática e deixe nos comentários o que você notou de diferença! 🙂

Toque ou cante, e contagie – Exposição Social 

Fazer música também pode ser um grande estímulo à socialização. Tocar com outras pessoas te ajuda a se conectar com pessoas com os mesmos interesses. Você pode se divertir muito e sempre aprender algo novo, independentemente do nível de habilidade destas pessoas. Estes benefícios também aparecem em vários estudos clínicos recentes.

E o poder que a música possui é realmente incrível. Ela é capaz de contagiar positivamente as pessoas. Seja no churrasco com a família ou amigos, na igreja, no show ou no concerto. É um meio muito produtivo e criativo de enfrentar a Ansiedade Social – ao mesmo tempo que você pode aprender a lidar com ela se expondo ao tocar/cantar você ainda tem o privilégio de poder alegrar as pessoas ao seu redor, e essa é a beleza!

Uma missão para nós

Mais do que superar nossas barreiras pessoais é também podermos ajudar quem nós amamos. Se este artigo fez sentido para você, compartilhe-o com as pessoas que também precisam de ajuda para superar e controlar a Ansiedade Social. Quem sabe nós podemos até montar uma banda juntos, rs.

Artigos relacionados

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + 9 =

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
By continuing to browse or by clicking "Accept All Cookies" you agree to the storing of first and third-party cookies on your device to enhance site navigation, analyze site usage, and assist in our marketing efforts.
Cookie Policy
Cookie Settings
Accept All Cookies